Resenha: Trilogia Grisha – Sombra e Ossos – Leigh Bardugo

Olá lindos e maravilhosos!

download

Titulo Original: Shadow and Bone| Páginas: 288| Editora: Gutenberg | Ano: 2013.

Alina Starkov é uma garota órfã que cresceu com o apoio de seu melhor amigo (e sua paixão por ele) Maly. Ela é cartografa e Maly é rastreador no exército para o qual são enviados ainda jovens, com a missão de proteger Ravka (cidade onde vivem). Para isso eles precisam ir a um tipo de expedição e atravessar a “Dobra das Sombras” que é como uma divisão entre dois mundos diferentes e como eles mesmo chamam o “Não Mar” e o “Mar Real”, só que para atravessar a Dobra eles e as outras pessoas a bordo precisam enfrentar a escuridão e os terríveis Volcras, que basicamente comem pessoas (e não pare para imaginar isso pois é nojento). Logo que estão atravessando Alina vê Maly ser atracado por um deles e ficar ferido e quando ela tenta protegê-lo acaba revelando um poder desconhecido (até mesmo para ela). 

Logo após esse acontecimento, Alina é levada pelos grishas (são soldados, só que com poderes) para Darkling, líder dos grishas e também o mais poderoso.  

Darkling tem como missão levá-la a corte real e treiná-la como uma grisha e ensinar tudo sobre seu poder. Com esse grande poder de Alina, Darkling acredita que ela possa ajudá-lo a destruir a Dobra das Sombras. 

Agora, Alina precisa se concentrar em suas habilidades e aprender a lidar com seus sentimentos por Maly, sua atração por Darkling e sua “responsabilidade” com Ravka.

Como disse no inicio da resenha, Alina é uma garota órfã totalmente insegura. Se acha feia, não digna do amor de alguém e se sente rebaixada por qualquer garota com um dente mais branco que o dela. Mas quando passa a  “entender” o poder que tem, ela ganha uma certa confiança em si mesma e também em seu poder. Aí sim passou a agir como uma verdadeira personagem forte. O que é muito bom porque eu não aguentava mais ela reclamando de tudo. Esse é o único ponto chato que achei do livro todo.

Falando um pouquinho de Darkling, ele é poderoso, misterioso, cheio de si, cativante e de personalidade forte. Total anti-herói e com certeza o personagem mais bem construído de toda a história.

Já Maly, é aquele cara bonito e chato no inicio do livro e que passa a manter presença em um certo ponto. 

Leigh Bardugo me conquistou de muitas formas. Desde o mundo fantasioso e muito criativo da história, a evolução e amadurecimento dos personagens, cada um sempre mostrando o que tem de melhor, até a narrativa impecável.

Achei um pouco confuso no começo por causa dos nomes, lugares, cidades e poderes (é muito poder minha gente!) que são bem diferentes, mas com certeza não deixou de ser uma escrita muito boa e gostosa de ler e me peguei muitas vezes totalmente envolvida no drama de Alina.

 Bardugo me prendeu em cada detalhe da história e me fez abrir os olhos para a fantasia, coisa que eu não era muito acostumada, mas que agora sempre estará em minha vida.

Sombra e Ossos é uma história impecável do inicio ao fim. Quem já leu concorda (espero) e quem não leu, leia pois é uma história que vai te levar definitivamente para outro mundo.

 

Beijos 😉

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s